Arquivos do Blog

Banda Canto Cego: rock com poesia

Banda Canto Cego

Magrão, Roberta Dittz, Jorge César e Rodrigo Medeiros   Créditos: Cláudia Borges

“Um canto de refúgios largos, afetos efervescentes, sabores transtornados. Canto sem saber o que se é e onde vai chegar”, essa é a definição sobre uma banda formada por quatro jovens, que tem por objetivo mostrar seu trabalho e ser reconhecido pelo mesmo.

A banda que antes se chamava Veneto entrou em processo de criação e teve o nome transformado para Canto Cego, assim como alguns integrantes que deixaram de fazer parte do grupo. Atualmente a banda é composta por Roberta Dittz – vocal, Jorge César – bateria, Magrão – baixo e Rodrigo Medeiros – guitarra.

Com composições próprias e estilo diferenciado, misturando poesia com rock é que eles conseguem ganhar espaço entre os festivais pelos quais participam. As músicas são compostas em conjunto e duas músicas que não podem faltar num show são: Parque das imagens e Contra canto.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dentre tantos festivais, eles venceram o NMB e como prêmio irão gravar nessa sexta-feira (16), no estúdio Toca do Bandido e ainda será uma das duas bandas que abrirá o show dos Detonautas nesta segunda-feira (19), véspera de feriado.

Com referencial no rock brasileiro, que para eles é pouco divulgado e em bandas independentes é que seguem na procura pelo novo. “Procuramos nunca nos fechar para o diferente e sim adaptar as diferenças ao nosso favor”, diz Roberta Dittz, vocalista da banda.

Na lista do grupo de cantores e bandas preferidos estão Ramones, Nirvana, Metálica, System of a down, Medulla, El Efecto, Cícero, Caetano Veloso, Criolo e Lenine. Sendo que nos shows eles optam por cantar as próprias composições, tendo apenas uma música cover por apresentação.

A banda Canto Cego participou também do Webfestvalda, no Circo Voador, e concorrendo com 500 bandas conseguiu ficar entre as 12 finalistas. “Lá houve muita troca de informação, realmente é um festival justo e profissional. Adquirimos muito aprendizado”, relata Magrão, relembrando que a competição era composta por bandas de todos os estados do Brasil e que cada uma levava um pouco de sua cultura para o palco.

Alguns dos integrantes do Canto Cego já haviam participado anteriormente de outras bandas e todos são moradores do Rio de Janeiro.

Ficou curioso para conhecer as composições da banda? É só entrar no blog Canto Cego e fazer download gratuito das músicas que são disponibilizadas.

Segue o link: http://bandacantocego.wordpress.com/composicoes/

Confira abaixo o ensaio da música Parque das Imagens:

Como surgiu o nome Canto Cego?

O nome da banda surgiu após uma conversa, nada programado. Já haviam pensado em Invitro, mas como existia banda com a mesma denominação optaram por Canto Cego, como forma de protesto, relacionando o nome com o canto que não é visto. “É fechar os olhos para ouvir melhor. Muitas pessoas veem a palavra “cego” como algo negativo, mas não é”, pensa Roberta Dittz. O sentido ambíguo é proposital.

Agenda

  • 19/ Novembro – 20h Abertura do Detonautas. Festa de encerramento do Festival Nova Música Brasileira no Imperator
  • 24/ Novembro – 20h Labirinto Poético no Centro Cultural Calouste Gulbekian
  • 1/ Dezembro – 20h Grande final do Festival Intercultural Bar Leviano na Lapa
  • 2/ Dezembro – 20h Araribóia Rock, Teatro popular de Niterói

Leia o resto deste post

Anúncios